-translate


Terça-feira, 20 de Março de 2007

É na madrugada

 

É na madrugada

Que os sons se tornam límpidos

Que as luzes se tornam opacas

E os cheiros se intensificam

 

É na madrugada

Que os toques se confundem

Que os sonhos se misturam

E os quereres surgem…

 

É na madrugada

Que adormeces suave

E estremeces agitado

 

É na madrugada

Que a noite se faz dia…

E a lua, pelo sol é amada

Em danças de fantasia

 

suspirado por arco e flecha às 04:32

link do post | comentar | favorito
3 comentários:
De Secreta a 21 de Março de 2007 às 14:03
Belissimo poema. Palavras cheias de magia , as tuas.
Beijito.
De um amigo/a a 22 de Março de 2007 às 03:28
É de madrugada, que por aqui passeio...
De Carla a 24 de Março de 2007 às 18:25
Ai.... que bonito :)) Beijo grande :)

Comentar post

-Olhares...

Foros GratisHostingphp nukeAnuncios Clasificados GratisLibreria

-Passeios...

online

-ultimos rabiscos

- Bailados surdos...

- E porque o Ontem... cont...

- amanheceres...

- Moldes...

- ...

- Transpiro...

- schhhhhh...

- O véu...

- A espuma das sensações

- Néctar

-suspiros que dei

- Novembro 2011

- Março 2010

- Janeiro 2009

- Outubro 2008

- Agosto 2008

- Maio 2008

- Março 2008

- Fevereiro 2008

- Janeiro 2008

- Outubro 2007

- Agosto 2007

- Junho 2007

- Maio 2007

- Abril 2007

- Março 2007

- Fevereiro 2007

- Janeiro 2007

- Dezembro 2006

- Novembro 2006

- Outubro 2006

- Setembro 2006

- Agosto 2006

- Julho 2006

- Junho 2006

- Maio 2006

- Abril 2006

- Março 2006

- Fevereiro 2006