-translate


Terça-feira, 28 de Fevereiro de 2006

Aromas...

                                           

                                               

 Entra na minha pele como uma brisa de verão

 Afasta-me o cabelo como se de um respirar se tratasse

 Sente-lhe o aroma de fruta fresca sumarenta....

suspirado por arco e flecha às 06:31

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sexta-feira, 24 de Fevereiro de 2006

Oração

                                           

Preciso do veludo

 Dos teus cílios

Da maciez e da audácia

 Do teu cheiro

 Da embriaguez

Que vem de tua cálida boca...

Preciso de te tocar...

Preciso de voltar

A ouvir

O som....

Do teu corpo........

Benquerer

suspirado por arco e flecha às 22:59

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 20 de Fevereiro de 2006

Teus olhos

                                                           

Na melancolia dos teus olhos
 Sinto a noite inclinar-se
 Ouço cantigas antigas
Do mar...
Nos frios espaços dos teus braços
Perco-me em carícias de água
 E durmo escutando em vão...
 O silêncio...
E anseio...
no teu quente seio
Na sem-forma das ondas redondas
 
 Sem ti....
Sou náufrago entregue ao fluxo forte...
Da morte.................
 

Benquerer

suspirado por arco e flecha às 20:04

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quinta-feira, 16 de Fevereiro de 2006

imagens que fluem...

                                                    

Deslizo a tua imagem
Pelo meu pensamento
O teu cheiro, pelo meu sangue
A tua voz, as tuas palavras
Pelo meu desejo...
Deslizo as minhas mãos
Entre tuas coxas
A minha boca pelos teus lábios
O meu corpo... pelo teu.
Deslizo...
Tudo o que pode haver no mundo
 E que no entanto és só tu...
Sou só eu....
Dançando...
Como imagens de sonho.
Deslizar de sonhos
De espaços sem fim
De amores
Paixões incontroláveis Infinitas....
Deslizo Trémulo...
Nervoso de desejo
Para que não deslizes...
Entre minhas mãos.
Deslizo poemas de saliva
No rascunho da tua pele....
                         Benquerer
suspirado por arco e flecha às 22:12

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 13 de Fevereiro de 2006

Teu corpo

Tu, em corpo 

Teu corpo claro e perfeito, 

Teu corpo de maravilha,

Quero possuí-lo no leito

Estreito da redondilha...

Teu corpo é tudo o que cheira...

Rosa... flor de laranjeira...

Teu corpo, branco e macio,

É como um véu de noivado...

 Teu corpo é pomo doirado...

Rosal queimado do estio

 

 Desfalecido em perfume...
Teu corpo é a brasa do lume...
Teu corpo é chama e flameja
 Como à tarde os horizontes...
 É puro como nas fontes
A água clara que serpeja,
Quem em antigas se derrama...
Volúpia de água e chama...
 
 A todo o momento o vejo...
Teu corpo... a única ilha
No oceano dum desejo...
Teu corpo é tudo o que brilha,
Teu corpo é tudo o que cheira...
Rosa, flor de laranjeira...
 

 Benquerer

suspirado por arco e flecha às 20:26

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quinta-feira, 9 de Fevereiro de 2006

Quando o torpor

 

 

 

Quando o torpor chega...
E é a pele, o limite que separa o prazer do nosso corpo,
do que o rodeia.
Quando a paixão é tanta que não cabe nas mãos,
E se solta pelos olhos...
Quando a entrega é sair de mim,
E a dádiva é respirar o teu cheiro ...
As flores abrem sem as vermos...
 O mar...
cresce sem que o notemos ...
E o céu...
escurece enchendo-se de sóis!
suspirado por arco e flecha às 20:07

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Terça-feira, 7 de Fevereiro de 2006

Voltei...

                                               

Esboço de : C O

                                                                                    Voltei...
 
Meu amor, vem comigo, de mãos dadas...
Por veredas de outrora e, de mansinho,
Revivamos as ternas madrugadas
 Entre trigais, urze e rosmaninho...
Repara que as papoilas encarnadas
Que o vento move, em louco remoinho,
São beijos e carícias fecundadas
 Por nosso amor, ao longo do caminho...
Tal como o tempo, o rio passa e corre
Corre também o nosso amor que nunca morre
Porque amar é estar sempre à tua espera.
Esvai-se o dia? Vem outro alvorecer.
Vai-se o Inverno e torna a renascer
A flor que eu sou na tua Primavera...
 
                                          Benquerer
suspirado por arco e flecha às 19:28

link do post | comentar | favorito
Domingo, 5 de Fevereiro de 2006

Sinto-te..

                                               (Anouk - Michel)

 

 

 Sinto o teu indicador desenhar o meu seio,
Percorrendo a pele suave do mamilo ...
Até senti-lo vivo.
Mil explosões de prazer !
Mil calores que sobem !
 Mil desejos que pedem para serem saciados...
Mil promessas cumpridas...
suspirado por arco e flecha às 18:26

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sexta-feira, 3 de Fevereiro de 2006

Ela...

                   Esboço de : C.O.

 2003

 

 Ela é tão meiga...
 No seu olhar medroso
 Vago como os crepúsculos do estio,
Treme a ternura, como sobre um rio
Treme a sombra de um bosque silencioso.
Quando, nas alvoradas da alegria,
A sua boca húmida floresce,
 Naquele rosto angelical
parece que é primavera,
e que amanhece o dia.
Um rosto de anjo, límpido, radiante...
Mas, aí... sob esse angélico semblante
mora e esconde-se uma alma de mulher
que ao sorrir
desfolha os sonhos de que vivo
Como atirando ao vento fugitivo
As folhas sem valor de um malmequer...

 

Benquerer

suspirado por arco e flecha às 05:43

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 1 de Fevereiro de 2006

Pernas & Pernas

                                       

 

Olhando os teus olhos,
Lanço-lhes desafios de terras distantes.
Onde as luzes são quentes,
Caminhos se dobram e desdobram ,
Onde corpos dançam
E beijos se trocam...
Acordo com o teu sorriso,
Olho à minha volta...
(Será que alguém reparou na viagem que fazemos?)
 Tudo se comporta como se nada se passasse
Baixo os olhos e recordo...
No toque das nossas pernas,
Ficou parte da viagem!
suspirado por arco e flecha às 23:15

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

-Olhares...

Foros GratisHostingphp nukeAnuncios Clasificados GratisLibreria

-Passeios...

online

-ultimos rabiscos

- Bailados surdos...

- E porque o Ontem... cont...

- amanheceres...

- Moldes...

- ...

- Transpiro...

- schhhhhh...

- O véu...

- A espuma das sensações

- Néctar

-suspiros que dei

- Novembro 2011

- Março 2010

- Janeiro 2009

- Outubro 2008

- Agosto 2008

- Maio 2008

- Março 2008

- Fevereiro 2008

- Janeiro 2008

- Outubro 2007

- Agosto 2007

- Junho 2007

- Maio 2007

- Abril 2007

- Março 2007

- Fevereiro 2007

- Janeiro 2007

- Dezembro 2006

- Novembro 2006

- Outubro 2006

- Setembro 2006

- Agosto 2006

- Julho 2006

- Junho 2006

- Maio 2006

- Abril 2006

- Março 2006

- Fevereiro 2006