-translate


Quarta-feira, 31 de Maio de 2006

Que eu diga ao vento....

 

.. / ..

Que eu diga ao vento....

 

O som que meus passos descalços,

 Fazem no soalho...

Quando para ti caminho, na noite escura….

Procurando o teu conforto.

 

Conto-lhe como vislumbro a tua sombra contra a noite

segura... imponente… aguardando!

 

     Que o mesmo vento me responda...

Palavras tuas…

 

Que o mesmo vento,

 Me traga o teu aroma….

 

Que o mesmo vento,

Me leve até onde estás.

 

suspirado por arco e flecha às 15:39

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Quinta-feira, 25 de Maio de 2006

Gosto...

. . / . .

Adivinho-te o gosto dos beijos

Derretem-se nos meus lábios

Namoram a minha língua

E tudo com eles rodopia

 

As emoções

As sensações

O gosto

A textura

 

E é o beijo…

Que me ofereces

 

E é o beijo…

Que te roubo

 

E é sabor de quem te bebe a ternura

E é a textura de quem te oferece o desejo…

. . / . .

suspirado por arco e flecha às 03:55

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Terça-feira, 23 de Maio de 2006

Deixa-me...

. . /  . .

 

Deixa-me ver o teu olhar….
Deixa-me saborear o teu aroma….
Deixa que o teu calor me aqueça....
 
Deixa....
que a tua voz me sussurre ao ouvido.
 
 (quase um pedido...)
 
 
Deixa…
que a tua brisa de verão,
 toque a palma da minha mão,
e me inunde de emoção.
 
 
(quase uma suplica...)
 
 
Deixa que o meu sorriso contagie o teu.....
 
 
Deixa que os teus lábios se soltem
 se moldem aos meus.... 
    e que com isso
    consigamos parar o tempo
 
     O nosso tempo….!
 
   (um desejo)
. . / . .
suspirado por arco e flecha às 02:07

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sábado, 20 de Maio de 2006

Quanta sensibilidade contida num gesto

                                      

../..

Hoje quis ser feliz em teus braços

Deixar que a minha boca encostasse à tua.

E trocassem os dizeres dos amantes…

Acordei com o teu sorriso despido,

Entreguei-te o meu …

E assim nos vestimos de imagens

Olhei as tuas mãos e quantas vezes,

 as senti nas minhas…

Entrei no teu olhar,

E ele misturou-se com o meu.

Nos suspiros,

saíram gemidos mudos

Nas gargalhadas,

A tensão de quem seduz e é seduzido.

No toque tímido,

Reafirmamos o que já tínhamos descoberto.

Quanta sensibilidade num olhar, num toque…

Num beijo!

 

.. / ..

suspirado por arco e flecha às 02:37

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quinta-feira, 18 de Maio de 2006

A tua voz...

 

.. / ..
 
Oiço a tua voz

 

 

As palavras…

 

 

 Todos sabem o que significam.

 

 

O tom…

 

 

 Só nós sabemos o que nele se detêm!

 

 

Sussurros,

 

 

De alegria tímida.

 

 

Brisas de uma voz com desejo.

 

 

Borboletas de mil cores,

 

 

Povoam os sentires comuns…

 

 

É sedução…

 

 

É namoro…

 

 

Uma provocação desmedida

 

 

É prazer puro…

 

 

.. / .. 

 

suspirado por arco e flecha às 23:01

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Terça-feira, 16 de Maio de 2006

Descoberta...

                    

.. / ..

Deixa,
Que sejam os meus sentidos
A descobrir o teu respirar….
Sente…
Que são os meus dedos
Que te contornam o rosto…
Permite…
Que sejam os meus lábios
Que te ofereçam o desejo...
 
E farei com que os meus olhos vendados,
Te encontrem por toques
Suspiros e arrepios…
.. / .. 
suspirado por arco e flecha às 20:16

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sábado, 13 de Maio de 2006

Gosto de ti...

../..

Gosto de ti...
 
Gosto de ti,
Desesperadamente...
Dos teus cabelos de tarde
Onde mergulho o rosto
Dos teus olhos de remanso
Onde me morro e descanso;
 
Dos teus seios de ambrósia,
Brancos manjares trementes
Com dois vermelhos morangos
Para as minhas alegrias...
 
De teu ventre – uma enseada
Branca areia à espera da onda
Que em vaivém vai se espraiar...
De teus quadris, instrumento
De tantas curvas, convexo,
De tuas coxas que lembram
As brancas asas do sexo...
 
Do teu corpo só de alvuras
Das infinitas ternuras
 
De tuas mãos, que são ninhos
De aconchegos e carinhos,
 Mãos de angorá, que parecem
Que só de carícias tecem
Esses desejos da gente...
Gosto de ti
desesperadamente...
Gosto de ti, toda, inteira...
Nua, nua, bela, bela...
 
Dos teus cabelos de tarde
 
Aos teus pés de Cinderela,
 
Gosto de ti, feiticeira...
Benquerer
..  / ..
suspirado por arco e flecha às 23:00

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quinta-feira, 11 de Maio de 2006

Cubro-me...

.. /..
Cubro-me com
Tecidos de toques e carmin,
Que me aquecem a pele
 
 
Enrubescendo-a
Ao teu olhar
 
Arrepiando-a
à passagem dos teus lábios
 
Acalmando-a
Com o deslizar das tuas mãos…
 
suspirado por arco e flecha às 02:32

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 8 de Maio de 2006

As minhas mãos .. nas tuas!

           ../..

 

../..

Deixa que as minhas mãos cubram as tuas,
Que caminhem por estradas, por ti descobertas
 
Deixa que as minhas mãos cubram as tuas,
E as sigam por vales e encostas, cheias de vida.
 
Deixa que as minhas mãos cubram as tuas,
Até reconhecerem o caminho percorrido.
 
Deixa que as minhas mãos cubram as tuas,
E as acompanhem em movimentos suaves.
E então…
 
Deixarei que sejam as tuas,
a cobrirem as minhas

../..

 

suspirado por arco e flecha às 03:35

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sexta-feira, 5 de Maio de 2006

Rimas profanas..

../..

Rimas profanas

Estrofes abissais

 

O sentido profundo de um verso

Que fale a língua dos teus gestos

 

Em convulsões gramaticais...

Poemas recatados

 

Na tua pele sem pecado

Poemas de navalha, afiados

 

No teu corpo sem perdão

 

Figuras de linguagem e desejo

Falando a língua do meu beijo....

 

     Sem tradução.

Benquerer

.. /..

suspirado por arco e flecha às 02:34

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

-Olhares...

Foros GratisHostingphp nukeAnuncios Clasificados GratisLibreria

-Passeios...

online

-ultimos rabiscos

- Bailados surdos...

- E porque o Ontem... cont...

- amanheceres...

- Moldes...

- ...

- Transpiro...

- schhhhhh...

- O véu...

- A espuma das sensações

- Néctar

-suspiros que dei

- Novembro 2011

- Março 2010

- Janeiro 2009

- Outubro 2008

- Agosto 2008

- Maio 2008

- Março 2008

- Fevereiro 2008

- Janeiro 2008

- Outubro 2007

- Agosto 2007

- Junho 2007

- Maio 2007

- Abril 2007

- Março 2007

- Fevereiro 2007

- Janeiro 2007

- Dezembro 2006

- Novembro 2006

- Outubro 2006

- Setembro 2006

- Agosto 2006

- Julho 2006

- Junho 2006

- Maio 2006

- Abril 2006

- Março 2006

- Fevereiro 2006